08/01/2020 - UrologiaLeia em 4 minutos

Pedra nos rins: como surge, sintomas e tratamento

Imagem de Pedra nos rins: como surge, sintomas e tratamento

Pedra nos rins, também conhecida como cálculo renal, é uma formação de massas sólidas originadas por minerais e sais ácidos que se aglutinam na concentração da urina. Assim sendo pode atingir tanto homens como mulheres, causando muita dor e incômodo.

Quais são causas para formação de pedra nos rins?

A formação de pedra nos rins se dá quando a quantidade de água na urina é insuficiente e não consegue dissolver os sais presentes. Por consequência, eles mantêm o seu estado sólido e precipitam na via urinária podendo se juntar a outras precipitações e obstruir a eliminação da urina.

pedra nas rins

Visto que essa condição pode estar relacionada a pouca ingestão de líquidos, alimentação, fatores genéticos ou ainda, pode agravar-se devido algumas doenças.

Entre as causas podemos incluir:

  • Pedra nos rins de cálcio: de origem hereditária e deve ser tratada com uma alimentação com baixo teor de sódio e de proteínas, e recomenda-se tomar diuréticos.
pedra nos rins de cálcio
  • Cálculo renal de ácido úrico: pode ser causado pelo consumo excessivo de alimentos ricos em proteínas que geram aumento do ácido úrico na corrente sanguínea.
  • Pedra nos rins de cistina: de origem hereditária, pode ser tratada com quantidades maciças de líquidos, álcalis e D-penicilamina, quando necessário.
  • Cálculo renal de estruvita: pode ser causado devido a uma complicação de uma infecção no sistema urinário.

Além da dor, quais são os possíveis sintomas de pedra nos rins?

Normalmente, a pedra nos rins é eliminada naturalmente através da urina, sem apresentar sintomas. Porém, em alguns casos pode ocorrer a obstrução das vias urinárias, o que pode gerar dor intensa, desconforto e sangue na urina.

  • Dor intensa na parte de baixo das costas, que pode limitar os movimentos
  • Dores que irradia das costas para a virilha
  • Desconforto ou dor ao urinar
  • Urina rosa, vermelha ou marrom
  • Vontade frequente para urinar
  • Enjoos ou vômitos
  • Febre acima de 38º C
  • Em alguns casos, o indivíduo pode, ainda, apresentar ausência de urina, houver a obstrução do canal de passagem.

Como é feito o diagnóstico na presença de cálculo renal?

A presença de alguns dos sintomas citados acima pode ser uma suspeita de pedra nos rins. Por isso, ao sentir algum deles o indivíduo deve procurar imediatamente um médico urologista.

Para um diagnóstico conclusivo, geralmente são realizados exames por imagem como raio X simples de abdome, ultrassonografia do trato urinário, tomografia computadorizada de abdômen ou à radiografia contrastada dos rins (urografia excretora).  

pedra nos rins exame imagem

Após os exames, é feita a análise do cálculo renal para identificar suas características, para que o urologista indique o melhor tratamento.

Com o diagnóstico em mãos, quais opções de tratamentos para pedra nos rins?

Existem duas opções de tratamento para pedra nos rins: o clínico e o intervencionista, conforme o diagnóstico e a intensidade da dor.

A princípio, poderá ser indicado a ingestão de medicamentos para amenizar a dor e facilitar a saída das massas sólidas. Mas, no caso de ineficiência, o tratamento cirúrgico poderá ser indicado para remoção do cálculo renal.

pedra nos rins

Os principais tratamentos para pedra nos rins são:

Medicamentos

O uso de medicamentos é normalmente indicado pelo médico quando a pessoa se encontra em crise, isto é, com dores intensas e constantes.

Em virtude disto, é indicado o uso de anti-inflamatórios, analgésicos ou anti-espasmódicos, além também do uso de medicamentos que ajudem na eliminação das pedras.

Cirurgia

A cirurgia é indicada quando a pedra é maior que 6 mm, ou ainda, se estiver bloqueando a passagem da urina. Diante desta condição, decide-se qual a melhor técnica cirúrgica a fazer:

  • Litotripsia extracorpórea: fragmenta os cálculos renais através das ondas de choque, até se tornarem grãos de poeira e serem eliminadas pela urina;
  • Nefrolitotomia percutânea: nesta técnica usa-se um pequeno aparelho de laser para diminuir o tamanho da pedra nos rins; 
  • Ureteroscopia: Aqui um aparelho de laser é usado para quebrar as pedras nos rins quando localizadas no ureter ou na pelve renal.

Tratamento natural

Como vimos, os transtornos são muitos para quem tem pedra nos rins. para prevenir-se, a recomendação é simples: Beber diariamente bastante, no mínimo 2 litros, e da mesma forma, fazer uma alimentação com pouca ingestão de proteínas e sal. 

De fato, a melhor prevenção deste problema e de outros relacionados ao trato urinário é consultar-se frequentemente com o médico urologista. Se você também pensava que este profissional era apenas o responsável pelos cuidados com a saúde do homem, enganou-se. Descubra agora  O que o médico urologista faz? 

Não encontrou sobre o assunto desejado?

Conte-nos mais sobre o conteúdo que espera encontrar em nosso blog.

Agendar consulta